Ataques cibernéticos à RTPE, não estão relacionados com o licenciamento de softwares da Microsoft

segunda, 07 dezembro 2020 17:18
Em nome da verdade, da transparência e do compromisso com a sociedade, o Núcleo Operacional da Sociedade de Informação – NOSi, enquanto Entidade Pública Empresarial, com responsabilidade na área da Governação Digital e Gestora da Rede Tecnológica Privativa do Estado (RTPE), vem publicamente, na sequência da notícia publicada no jornal A Nação, na edição desta quinta-feira, 03 de Dezembro, sob o título "Dívidas e falta de atualização permanente do sistema ajudam a explicar extensão do ataque cibernético", esclarecer o seguinte:
1. É completamente falso, que os ataques cibernéticos de Ransomware RYUK à RTPE, na madrugada da passada quinta-feira, dia 26 de Novembro, estão relacionados com o licenciamento de softwares da Microsoft. Neste momento, não existe qualquer incumprimento contratual com a Microsoft. Todas as licenças estão ativas, com suporte oficial e em conformidade com os requisitos técnicos do fabricante. Deve-se aqui realçar que esta multinacional tem sido uma parceira estratégica neste processo de transformação digital do país;
2. É completamente falso, que o jornal A Nação, tenha contactado o PCA do NOSi, para esclarecer se as “causas da extensão do ataque à RTPE, não estariam ligadas a uma eventual falta de atualização”, e tampouco que o Jornal o tenha apanhado de surpresa;
3. O jornal foi sim, atendido telefonicamente pelo responsável de Comunicação e Relações Públicas, que prometeu uma reacção em momento oportuno, logo que o NOSi conhecesse o conteúdo da investigação que o jornalista dizia estar a fazer;
4. O Jornal provavelmente não tem estado atento aos comunicados oficiais do NOSi sobre o referido ciberataque e não participou na conferência de Imprensa concedida a todos os órgãos de Comunicação Social, com sessão de perguntas e esclarecimentos, porque senão, estaria na posse de informações oficiais e credíveis;
5. O NOSi, enquanto instituição com responsabilidade, está e estará sempre aberto e disponível a colaborar com todos os órgãos de comunicação social que se pautarem pelos princípios éticos no processo de apuramento e divulgação das notícias relacionadas com este caso de ciberataque perpetuado contra a rede RTPE, e assim poder informar à sociedade de forma isenta, credível e responsável;
6. O foco do NOSi e de toda a sua equipa técnica tem sido e será sempre no trabalho e nos resultados, para continuar a repor com agilidade, qualidade e segurança, todos os serviços digitais públicos da RTPE essenciais para vida dos cidadãos e das empresas.
© Copyright 2016, Núcleo Operacional da Sociedade de informação - E.P.E. Todos os direitos reservados. | design & concepção: NOSi.