“Ser monitora WebLab exige muito preparo, conhecimento e dedicação” - Anícia almeida

terça, 08 setembro 2020 10:41

weblab prof post anicia

Os laboratórios WebLab contam desde 2018 com 44 monitores que tem desempenhado papel central no desenvolvimento de habilidades digitais das nossas crianças e dos nossos jovens. Anícia almeida é monitora do Weblab do Centro Educativo Mira flores, na Cidade da Praia e partilha aqui a sua experiência.

Fala da tua experiência enquanto monitora do projeto

Em primeiro lugar, fazer parte deste projeto WebLab é um privilégio incomensurável. Em segundo lugar, ser monitor exige muito esforço, preparo, conhecimento, pesquisa, tempo e dedicação. Isso requer entrega, compromisso e comprometimento. O maior objetivo é ensinar, compreender que o caminho para isso é muito mais complexo, exigindo não apenas o seu desenvolvimento cognitivo, mas sim das suas habilidades que possibilitarão uma atuação mais efetiva e próxima. Essa experiência tem me trazido muitos pontos positivos como, compartilhar conhecimentos, propagar informação, ajudar o outro crescer, mostrar caminhos, e dar as mãos. Para que isso aconteça, é necessário criar vínculos, se aproximar e compreender o outro. É necessário estabelecer uma parceria na qual ambos aprendam e cresçam. A experiência tem sido salutar e profundamente enriquecedora.

Como tem sentido o interesse dos alunos?

A sociedade de uma forma geral vive um novo mundo, onde as tecnologias superam todas as barreiras e proporciona um crescimento muito rápido. Nesse mundo tão globalizado, as Tecnologias da Informação e Comunicação são ferramentas muito úteis não só para os alunos, como para a comunidade em geral.  Percebo que os alunos ficam muito mais motivados quando na sua escola são utilizadas ferramentas TIC. É um método muito mais atraente para eles ou ainda melhor, é um suporte que eles utilizam habitualmente e manuseiam com facilidade. Tudo isso gera interesse, permitindo aos alunos ampliar conhecimentos sobre aquelas matérias que mais lhes interessam, e também, encontrar uma forma mais atraente de aprender aquelas outras matérias que costumavam ser mais entediantes. Sabe-se que as tecnologias oferecem muitas ferramentas de aprendizagem que estimulam a criatividade do aluno.

Que cursos têm despertado mais atenção?

Desenvolver máquinas inteligentes parece uma tarefa de especialistas, esta é a visão dos alunos. Penso por este motivo que a Robótica é o preferido deles, onde podem desenvolver e programar os robôs para responder a estímulos aos quais é submetido, cumprir uma determinada ação de acordo com o comando dado. Um outro que lhes despertou foi a Multimédia (o Blender) e a Reparação de Equipamentos Informáticos.

Que ganhos weblab tem trazido?

Weblab está sendo um dos maiores suportes para o desenvolvimento intelectual dos alunos. Tem se mostrado de uma maneira muito eficiente e vem se solidificando dentro do cenário educacional, pois, novos hábitos levam a novas culturas, e isso tem crescido muito. O uso dessas novas tecnologias dentro da WebLab, implicam em uma nova forma de pensar, agir e aprender. Essas ferramentas estão sendo aproveitadas de uma forma adequada. Os alunos têm mostrado melhorias a cada dia, apresentando ideias inovadoras (exemplo: criação de robôs diferentes, criação de sites, etc.), e também na exploração de outras atividades através do que foi estudado (no caso do módulo Multimédia). Uma das maiores vantagens que a Weblab está proporcionando é ajudar os alunos a encontrar novos caminhos, e a definir bem esses objetivos partindo da experiência dos cursos frequentados na Weblab, e também prepará-los para o futuro. A Weblab estimula a interação entre os alunos proporcionando melhorias no processo de ensino e aprendizado.

O que pode ser ainda melhorado?

Particularmente digo, Weblab é um dos melhores projetos da tecnologia, e nada é perfeito, mas essas imperfeições podem ser corrigidas. Acho útil terem maior foco na elaboração dos conteúdos a serem lecionados dentro do Weblab, sabendo que se tem como público-alvo diferentes níveis de escolaridade. Também acho essencial esse projeto ser inserido no currículo escolar, porque existe vários alunos com interesse pelo projeto, mas por causa dos horários adaptados não lhes favorece.

Como tem sido o envolvimento dos pais e encarregados de educação com o projeto?

Vários pais e encarregados de educação têm frequentado os Weblab querendo obter mais informações sobre o tal projeto que o filho anda tão entusiasmado. A maioria não frequentou o lugar para obter informações, mas penso que pelos filhos estarem participando do projeto, e em todos os trimestres, já devem ter informações de outras fontes.

 

© Copyright 2016, Núcleo Operacional da Sociedade de informação - E.P.E. Todos os direitos reservados. | design & concepção: NOSi.