NOSi Akademia, preparando jovens para o mercado global. Yanick Andrade- Vodafone/Wrightia, Portugal

segunda, 31 agosto 2020 10:00

post nosiakademia post Yanick Andrade WrigtiaVodafone Portugal 01

Yanick Andrade, mais um jovem que passou pelo programa de estágios profissionais do NOSi Akademia e que hoje encontra a exercer a sua atividade profissional fora do país. Atualmente é consultor em Enterprise Application Integration (EAI) na  Vodafone, cliente da empresa Wrightia, em Portugal. Yanick fez parte da 1ª edição do programa em 2019 no Departamento de Plataformas e Sistemas no NOSi, e hoje encontra em Lisboa com um contrato fixo trabalho.

O jovem fala de como o programa ajudou a alcançar o seu objetivo, e de que forma os conhecimentos adquiridos fez com que estivesse a ter um percurso profissional notável.

Qual foi a contribuição do estágio profissional para a sua carreira profissional?

NOSiAkademia teve um impacto muito importante na minha carreira porque foi ali que vivi a melhor experiência profissional até a data. Pude trabalhar com uma equipa fantástica e ter um coordenador que foi um líder, que um dia espelho ser. Aprendi a trabalhar em conjunto com pessoas de equipas diferentes, com ferramentas que não tinha conhecimento e a trabalhar sob pressão.

 Que projetos tecnológicos participaste durante esse período?

Durante os seis (6) meses, trabalhei no projeto do Portal Cloud.

 Quais os maiores desafios encontrados?

Falando de desafio, o maior foi mesmo o desenvolvimento do projecto referido. A principio não fazia ideia do que era uma “máquina”.  Na altura estavam todos a falar sempre em “criar máquinas”, “gerir máquinas”, ficava sempre a pensar o que é essa máquina que estão sempre a falar?.E o projeto envolvia criar uma máquina virtual que depois era disponibilisado para os clientes. Graças a Deus, os técnicos do Departamento foram e são fantásticos, ajudaram muito no processo de adaptação e os desafios foram suavizados graças ao apoio.

Que mensagem para os outros jovens?

A mensagem que deixo para os jovens é que temos de ser mais unidos e mais corajosos no momento de tomar decisões que podem ser de interesse comum. Tenho a impressão de que as vezes temos o receio de dizer “não”, quando for necessário, por medo de ficar para trás mesmo sendo algo que não queremos realmente. Sempre devemos perseguir e alcançar os nossos sonhos.

 

© Copyright 2016, Núcleo Operacional da Sociedade de informação - E.P.E. Todos os direitos reservados. | design & concepção: NOSi.