Cabo Verde trabalha para ser o centro africano de prestação de serviços de tecnologia Blockchain

quinta, 21 novembro 2019 09:07

africa blockchain 1050x600

Esta afirmação foi proferida pelo Administrador Executivo do NOSi, Engº Victor Varela, durante a sua participação, como palestrante, no primeiro congresso mundial de Convergência de Blockchain, realizado de 11 a 13 de novembro em Málaga, e publicada nesta terça-feira em: https://www.blockchaineconomia.es/africa-empresas-europeas…/

 “Na África, temos uma mente aberta para desenvolvimentos com a tecnologia blockchain e pensamos em nossas próprias soluções. Somos muito flexíveis, porque é uma tecnologia muito importante para nós”, afirmou Victor Varela, membro do Conselho de Administração do NOSi, e um dos palestrantes no evento.

Cabo Verde trabalha para ser o centro de prestação de serviços da tecnologia blockchain. Os serviços estarão na nuvem para oferecê-los ao resto da África. Ele apela às empresas europeias, “diga às empresas espanholas que você é bem-vindo para fazer projetos conjuntos e nos ensinar. Temos instalações para investigar e trabalhar. Estamos desenvolvendo a regulamentação, apoiamos a implementação”, explicou Víctor Varela.

O país está alinhado com a regulamentação de proteção de dados e os padrões europeus em blockchain. Possui vinte anos de experiência no desenvolvimento de soluções de software para finanças, saúde, educação e administração. “Ganhamos prêmios em soluções de software e somos uma referência na África. Queremos repeti-lo com blockchain, é uma tecnologia disruptiva para catapultar a economia digital do país e impulsionar seu comércio eletrônico”, acrescentou Victor Varela.

Outro palestrante africano no evento foi Olivier Zéphir, das Ilhas Mauricias

 

© Copyright 2016, Núcleo Operacional da Sociedade de informação - E.P.E. Todos os direitos reservados. | design & concepção: NOSi.