Apresentada resultados do estudo de viabilidade para a implementação do Cabo Submarino Amílcar Cabral

quarta, 20 novembro 2019 12:16

A Agência Reguladora Multissectorial da Economia (ARME) apresentou no dia  12 de novembro, na cidade da Praia, os resultados de um estudo de viabilidade para a implementação do Cabo Submarino Amílcar Cabral.

Promovido em parceria com a comissão da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO), o estudo consiste no desenho conceptual detalhado da plataforma de interligação de sistemas de cabos de submarinos internacionais e do cabo Amílcar Cabral. O estudo visa ainda o desenvolvimento do plano de negócios e análise de viabilidade económica e financeira para essas estruturas.

A iniciativa está inserida no âmbito do projecto de criação de um hub de conectividade em Cabo Verde e na estratégia regional de desenvolvimento da infra-estrutura de banda larga nos países da CEDEAO.

As conclusões foram apresentadas, durante o workshop de validação do estudo de viabilidade para a implementação do Cabo Submarino Amílcar Cabral, que decorrreu na cidade da Praia, nos dias 12 e 13 deste mês.

O Cabo Submarino Amílcar Cabral vai ligar Cabo Verde, Guiné-Bissau, Libéria, Guiné Conakri, Serra Leoa com possibilidade de unir também Gambia e Senegal.

O documento revela, que face à posição geoestratégica de Cabo Verde em relação os países desta região africana, e das recomendações saídas do encontro dos ministros da pasta de Tecnologia de Informação e Comunicação (TIC´s), que aconteceu na Praia, em Outubro de 2017, o país apresentou o projecto em pauta tendo sido acolhido com agrado no seio da comunidade da CEDEAO.

© Copyright 2016, Núcleo Operacional da Sociedade de informação - E.P.E. Todos os direitos reservados. | design & concepção: NOSi.