Ruanda lança os primeiros smartphones 'Made in Africa'

terça, 08 outubro 2019 09:05

 O Mara Group de Ruanda lançou dois smartphones nesta segunda-feira, descrevendo-os como os primeiros modelos "Made in Africa" ​​e dando um impulso às ambições do país de se tornar um centro de tecnologia regional.

O Mara X e o Mara Z usarão o sistema operacional Android do Google e custarão 175.750 francos ruandeses (US $ 190) e 120.250 francos ruandeses (US $ 130), respectivamente.

Eles competirão com a Samsung, cujo smartphone mais barato custa 50.000 francos ruandeses (US $ 54) e telefones sem marca por 35.000 francos ruandeses (US $ 37). O CEO do Mara Group, Ashish Thakkar, disse que estava mirando clientes dispostos a pagar mais por qualidade.

"Este é o primeiro fabricante de smartphones na África", disse Thakkar à Reuters depois de visitar a empresa ao lado do presidente do Ruanda, Paul Kagame.

As empresas montam smartphones no Egito, Etiópia, Argélia e África do Sul, mas importam os componentes, disse ele.

“Na verdade, somos os primeiros a fabricar. Estamos fazendo as placas-mãe, estamos fazendo as sub-placas durante todo o processo ”, disse ele. "Existem mais de 1.000 peças por telefone."

Thakkar disse que a fábrica custou US $ 24 milhões e pode fabricar 1.200 telefones por dia.

O Mara Group espera lucrar com o Acordo de Livre Comércio Continental Africano, um pacto destinado a formar um bloco comercial de 55 países, para aumentar as vendas em toda a África, disse Thakkar.

Fonte: Agencia REUTERS

© Copyright 2016, Núcleo Operacional da Sociedade de informação - E.P.E. Todos os direitos reservados. | design & concepção: NOSi.