Governo vai renegociar contrato com a CV Telecom e fazer separação funcional com a Rede Backbone Telecomunicações

segunda, 12 fevereiro 2018 12:53

O Governo, reunido em Conselho de Ministros, na quinta-feira, 08 de fevereiro, decidiu fazer a separação funcional entre a Cabo Verde Telecom e a gestão da rede do Estado (Rede Backbone de Telecomunicações de Cabo Verde), para iniciar o processo de renovação do contrato de concessão com a Cabo Verde Telecom.

Segundo o Ministro do Estado e da Presidência do Conselho de Ministros, Fernando Elísio Freire, o Governo está a criar uma separação entre o negócio grossista a ser feito pela Rede Backbone de Cabo Verde e o negócio a retalho que deverá ser feito pela CV Telecom e outras empresas do setor de telecomunicações.

 Conforme avançou o porta-voz do Conselho de Ministros, esta decisão foi bem ponderada e acordada entre os operadores, o que melhor permitirá a Cabo Verde aumentar e democratizar o acesso e a generalização do envio da internet e demais serviços de telecomunicações, bem como a taxa de penetração de 3G e da banda larga, no sentido de se melhorar substancialmente os serviços de telecomunicações.

 A medida tem a ver com a necessidade, também, de promover uma economia digital forte e com a alavanca do desenvolvimento económico-social do país, bem como de Cabo Verde se internacionalizar em termos de telecomunicações e ser uma plataforma digital, exigindo assim, o reforço da regulação e adequação dos instrumentos de regulação aos novos tempos.

 “Esse quadro exige uma regulação muito mais consistente e forte, por isso a medida foi tomada pelo Governo refletido nos interesses de Cabo Verde e na promoção do país como uma plataforma digital”, sustentou Fernando Elísio Freire.

Fonte: http://www.governo.cv/index.php/destaques/8960-governo-vai-renegociar-contrato-com-a-cv-telecom-e-fazer-separacao-funcional-com-a-rede-backbone-telecomunicacoes

 

© Copyright 2016, Núcleo Operacional da Sociedade de informação - E.P.E. Todos os direitos reservados. | design & concepção: NOSi.