Reunião ministerial das TIC da CEDEAO analisa em Outubro o sistema de roaming na sub-região

terça, 12 setembro 2017 16:52

Cidade da Praia, 08 Set (Inforpress) – Os ministros das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) da CEDEAO reúnem-se no mês de Outubro em Cabo Verde, para debaterem entre outros temas, a implementação do sistema de roaming na sub-região.

Esta informação foi avançada pelo comissário das TIC da CEDEAO, Isaías Barreto da Rosa, no final de uma audiência com o Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, na Cidade da Praia, no dia 08 de outubro.

Em declarações à imprensa, Isaías Barreto da Rosa informou que a Comissão da CEDEAO tem um projecto que visa avançar com free roaming (gratuito) na África Ocidental.

“Na África Ocidental temos livre circulação de pessoas e bens, mas no que diz respeito às telecomunicações temos preços bastante elevados, daí a importância deste projecto”, sublinhou o comissário das TIC da CEDEAO.

Conforme explicou, com a implementação deste projecto, um cidadão cabo-verdiano ao viajar para o Senegal ou para qualquer um dos 14 países da CEDEAO poderá receber e fazer chamadas telefónicas gratuitas, num certo limite, como se estivesse em Cabo Verde.

“É um projecto importante para promover o processo de integração regional. E é um dos temas importantes que será abordado durante o encontro dos ministros das TIC da CEDEAO”, realçou o comissário.

Neste momento o sistema de “free roaming” existe em alguns países da CEDEAO, nomeadamente Costa do Marfim, Togo, Borkina Faso, Guiné Conacri, Senegal. “Falta-nos alargar esta iniciativa aos demais países da CEDEAO”, disse Isaías Barreto da Rosa aos jornalistas.

“Já temos uma proposta, um texto jurídico regional que vamos apresentar aos ministros das TIC da CEDEAO para depois vir a ser aprovado pelos governos e chefes de Estado dos países da CEDEAO, na próxima cimeira, em Lomé, em Dezembro”, informou.

Conforme indicou, durante o encontro com o Presidente da República abordaram também a importância e o papel de Cabo Verde na sub-região africana bem como a possibilidade de o arquipélago vir a assumir a presidência da Comissão a partir de Fevereiro de 2018.

Segundo Isaías Barreto da Rosa, existem normas internas que definem o processo de rotatividade nos termos estatutários. De acordo com essas normas é a vez de Cabo Verde assumir a presidência da Comissão da CEDEAO no próximo ano.

O papel da Comissão da CEDEAO, o projecto de criação de um canal de rádio e televisão da CEDEAO, a promoção de cibersegurança na sub-região, foram entre outras questões abordadas no encontro com o chefe de Estado.

“É importante implementarmos uma agenda regional de cibersegurança na região e apoiarmos cada um dos 15 Estados membros da CEDEAO a terem estratégia nacional e desenvolver legislação sobre esta matéria de forma promover um ambiente cibernético mais seguro na África Ocidental”, salientou Isaías Barreto da Rosa.

 

Fonte: Inforpress

 

© Copyright 2016, Núcleo Operacional da Sociedade de informação - E.P.E. Todos os direitos reservados. | design & concepção: NOSi.